Mundo Melhor

No ano de 2015 a humanidade se reuniu com um apelo à realização de ações para um mundo melhor até 2030, assim foram acordados 17 Objetivos para um Desenvolvimento Sustentável (ODS). Em linhas gerais, estes objetivos visam, acabar com a pobreza, melhorar a saúde e a educação dos povos, reduzir desigualdades e combater as mudanças climáticas.

Ao redor do mundo, organizações escoteiras somam milhões de horas de serviços prestados às suas comunidades colaborando a cada dia para que estes objetivos sejam atingido. Buscando reconhecer cada uma destas iniciativa a Organização Mundial do Movimento Escoteiro criou o Mundo Melhor.

Esta é uma iniciativa para orientar e inspirar escoteiros ao redor do mundo em como influenciar positivamente suas comunidades. Na prática,  do Mundo Melhor é um conjunto de programas, campanhas, apelos à ação e eventos coordenados, projetados para desenvolver as competências dos jovens para se tornarem cidadãos ativos globais, atuando em torno de questões relacionadas ao desenvolvimento sustentável.

Estas atividades são relevantes pois colocam os jovens do Movimento Escoteiro como protagonistas em seus locais de convívio, desenvolvem competências chave para contribuir para a convivência no mundo atual e incentiva cooperação com outros jovens e outras instituições.

Os Escoteiros do Brasil contam com uma coordenação específica Mundo Melhor, responsável por projetos e ações divididos em 6 áreas específicas, são elas:

  • Escoteiros do Mundo: O reconhecimento Escoteiros do Mundo é um programa que desafia jovens de 15 a 21 anos incompletos a pensarem e agirem contra os problemas globais por meio de um projeto de trabalho voluntário, entregando a eles ferramentas, conhecimento e oportunidades. É o único programa que permite convidar não escoteiros para participar e conquistar o reconhecimento.

Coordenadora: Nathalia Lourenço (e-mail: [email protected])

  • Mensageiros da Paz: Iniciativa Mundial para o fomento e reconhecimento de projetos escoteiros de impacto positivo na comunidade. Trabalha na facilitação do acesso à informação e melhor aproveitamento no processo de realização de projetos escoteiros de qualidade.

Coordenador: Henrique Messias (e-mail: [email protected])

  • Diversidades e Inclusão: Tem como objetivo o de promover práticas de conscientização e orientação em relação às diversidades presentes em nossa sociedade. Como também o de assegurar e propiciar condições de um Movimento Escoteiro mais inclusivo e acessível, sendo possível a participação de todos, sem nenhuma distinção ou preconceito, nessa fraternidade mundial.

Coordenadores:

Rebeca Pizzi Rodrigues (Diversidades) – (e-mail: [email protected])

Raphael Cavalcante (Inclusão) – (e-mail: [email protected])

  • Meio Ambiente: Um programa educacional que conecta os jovens com a natureza e permite que eles tomem medidas para proteger o meio ambiente, enfrentar as mudanças climáticas e oferecer apoio após desastres naturais.

Coordenador: Wildson Caldeira (e-mail: [email protected])

  • Espiritualidade: A Equipe Nacional de Espiritualidade trabalha para desenvolver o lado espiritual dos jovens no Movimento Escoteiro. Há várias maneiras de se trabalhar isso, desde incentivar a prática religiosa daqueles que a tem até proporcionar aos jovens momentos de reflexão profunda sobre quem são, qual a relação deles com o mundo à sua volta e o que os motiva a continuar trabalhando por um Mundo Melhor.

Programas de diálogo inter-religioso, intercultural e Inter geracional são nossas principais ferramentas para conhecer o próximo e desmistificá-lo – ultimamente, nosso objetivo é criar uma cultura de paz a partir do entendimento do próximo como diferente e utilizando isso como base para criar um respeito mútuo.

Coordenador: David Beraha (e-mail: [email protected])

  • Migração e Refúgio: Todos os dias, 44.400 pessoas ao redor do mundo são deslocadas à força como resultado de perseguição, conflito ou violência generalizada. Dos 25,4 milhões de refugiados no mundo, pouco mais da metade são menores de idade. A educação é gravemente afetada em situações de emergência humanitária e conflito. O comprometimento da vida escolar impacta não apenas as oportunidades e o futuro de crianças e jovens, mas se reflete em problemas sociais complexos, danosos a toda sociedade. Promovendo a educação não formal em  complemento à formação dos indivíduos em condições desfavoráveis ao seu desenvolvimento, o Escotismo oferecerá habilidades importantes para aumentar o desempenho de crianças, adolescentes e jovens na normalização da rotina escolar e na sua adaptação à uma nova cultura. Os Escoteiros do Brasil, representando a Organização Mundial do Movimento Escoteiro, têm a responsabilidade social de trabalhar para o pleno cumprimento da estratégia definida pelo Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) de ter 40% de jovens refugiados em programas de educação não formal e, dessa forma, cumprir a Agenda 2030.  Uma vez membro do Movimento Escoteiro, cada jovem e adulto voluntário experimenta ser parte de algo muito maior, uma vez que a Lei e a Promessa Escoteiras ultrapassam as fronteiras de cada país ao mesmo tempo em que estabelecem laços mundiais de amizade, apoio, valores e respeito. É possível, dessa forma, humanizar a integração das pessoas em situação de deslocamento forçado através do engajamento ao Programa Educativo dos Escoteiros do Brasil.A Equipe Nacional de Migração e Refúgio (ENMIGRE) atende demandas dos Grupos Escoteiros em relação ao bom desenvolvimento e integração de migrsantes e refugiados. A equipe também visa a capacitação das UELs de modo que tenham um canal de contato específico e direto com os Escoteiros do Brasil para realizar esse trabalho com qualidade. Dessa forma, espera-se promover humanidade, a cultura de paz e desenvolvimento para todas as partes, potencializando a promoção de cidadania característica do Escotismo.  O Escoteiros do Brasil avançam no seu papel social atualizando a sua tratativa com a temática de migração e refúgio, recebendo ainda melhor escoteiros de outros países, além de estrangeiros que desconheçam o Escotismo.

Coordenador: Eduardo Matos (e-mail: [email protected])

Se você ficou interessado e quiser saber mais sobre o Mundo Melhor e suas ações desenvolvidas ao redor do mundo clique aqui.

Procure um Grupo Escoteiro

Skip to content