Grupos de Trabalho – CAN

Confira aqui os Escopos de Projeto completos dos atuais Grupos de Trabalho (GTs) do Conselho de Administração Nacional (CAN).

Grupo de Trabalho de Diversidades e Inclusão (GTDI)

Tomando por base a natureza plural da instituição e as atribuições deliberativas em nível estratégico do CAN, o principal objetivo deste GT, na perspectiva trabalhada neste documento, será a de transformar a oitiva aos associados, a movimentação da sociedade brasileira e mundial, os valores escoteiros, as boas práticas adotadas por outros níveis do escotismo mundial ou de instituições da sociedade civil e os posicionamentos e orientação de especialistas e acadêmicos, em propostas de políticas e diretrizes, fundamentadas e palatáveis com vistas à otimização do debate e na tomada de decisão do CAN. Nesse processo, serão seguidos os valores institucionais presentes no Planejamento Estratégico (2016-2021), principalmente os de Diversidade e Inclusão.

Coordenação: Aldenise Cordeiro Santos.

Integrantes: Aldenise Cordeiro Santos, Carlos Magno Torres, Claucio da Silva Mendes, Eduardo Evaldt Manique, Rafael Fagundes Cavalcanti, Robson Alexandre de Moraes, Felipe da Silveira Bertoglio e Lorena de Fátima Pena Aguiar Silva.

Além dos(as) conselheiros(as) nacionais, este GT conta com a participação de convidados externos ao CAN.

Atas do GTDI

Grupo de Trabalho de Estudos sobre Castorismo (GTEC)

Objetivos do GT: Analisar o documento remetido ao Conselho de Administração Nacional sobre Castorismo; Apreciar posição de especialistas em infância, externos ao Movimento Escoteiro, acerca do tema; Apreciar demais experiências com crianças em idade inferior a 6,5 anos desenvolvidas por outras Organizações Nacionais Escoteiras, vinculadas à Organização Mundial do Movimento Escoteiro; Dialogar com entidades mantenedoras de UELs que que têm experiências com faixas etárias inferiores a 6,5 anos, bem como com pais/mães/responsáveis legais por crianças que tiveram vivências com o programa castor; Contribuir com os trabalhos da área de Métodos Educativos em relação às discussões sobre a atualização do Projeto Educativo e do Programa Educativo; Promover seminários online abertos aos associados sobre o tema e; Emitir parecer a respeito da possibilidade de trabalho com a faixa etária inferior a 6,5 anos.

Coordenação: Robson Alexandre de Moraes.

Integrantes: Carlos Magno Torres, Daniela de Oliveira Rodrigues Gomes, Dayanna Cristine Gomes Rosa Bezerra, Eduardo Evaldt Manique, Ilka Denise Rossetto Gallego Campos, Renato Wanderley Breneizer, Robson Alexandre de Moraes, Sarah Raquel Loureiro do Amaral, Celso Thadeu Carneiro de Menezes e Pedro Henrique de Oliveira e Silva Brito.

Além dos(as) conselheiros(as) nacionais, este GT conta com a participação de convidados externos ao CAN.

Atas do GTEC

Grupo de Trabalho de Atualização da Política de Relações Internacionais (GTAPRI)

O objetivo do GTAPRI é desenvolver e apresentar uma proposta de texto de Política Nacional de Relações Internacionais, conforme previsão do Planejamento Estratégico 2016-2021.

Coordenação: a definir.

Integrantes: Aldenise Cordeiro Santos, Rafael Fagundes Cavalcanti, Felipe da Silveira Bertoglio e Celso Thadeu Carneiro de Menezes.

Além dos(as) conselheiros(as) nacionais, este GT conta com a participação de convidados externos ao CAN.

Atas do GTAPRI

Grupo de Trabalho para a elaboração de Política de Relações Institucionais e Governamentais (GTRIG)

O objetivo do GTRIG é elaborar a Política Nacional de Relações Institucionais e Governamentais dos Escoteiros do Brasil, conforme previsão nos objetivos estratégicos 4.5 e 4.6 do Planejamento Estratégico 2016-2021.

Coordenação: Eduardo Evaldt Manique.

Integrantes: Daniela de Oliveira Rodrigues Gomes, Eduardo Evaldt Manique, Ilka Denise Rossetto Gallego Campos, Rafael Fagundes e Cavalcanti

Além dos(as) conselheiros(as) nacionais, este GT conta com a participação de convidados externos ao CAN.

Atas do GTRIG

Grupo de Trabalho sobre a Contribuição Associativa (GTCA)

O objetivo do GTCA é estudar alternativas para tornar a contribuição associativa anual mais acessível aos associados e associadas, vinculando-a a estratégias  de manutenção de vínculo associativo e de crescimento. Tais alternativas serão apresentadas à associação, seguindo os valores institucionais que constam no Planejamento Estratégico 2016-2021 dos Escoteiros do Brasil, especificamente o de transparência.

Coordenação: Renato Wanderley Breneizer.

Integrantes: Aldenise Cordeiro Santos, Eduardo Evaldt Manique, Laura Alves Pereira Paiva, Rafael Fagundes Cavalcanti, Renato Wanderley Breneizer, Robson Alexandre de Moraes e Celso Thadeu Carneiro de Menezes.

Além dos(as) conselheiros(as) nacionais, este GT conta com a participação de convidados externos ao CAN.

Atas do GTCA

Skip to content