Escoteiros do Brasil juntam-se à plataforma de Educação para a Gentileza e Generosidade

12 outubro 2021

Iniciativa busca estimular solidariedade nas crianças em meio a pandemia e data marcadas por hábitos de consumo

Neste dia das crianças, os Escoteiros do Brasil juntaram-se à plataforma de Educação para a Gentileza e Generosidade para transformar paradigmas referentes ao capitalismo e ajudar na divulgação de valores como a gentileza, generosidade, solidariedade, respeito e cidadania. Idealizada pela escritora e professora Marina Pechlivanis, a plataforma surgiu em parceria com a iniciativa Dia de Doar (ou Giving Tuesday, em inglês) movimento iniciado em 2012 nos Estados Unidos com o objetivo de promover um país mais solidário e generoso. 

A ideia de uma plataforma sobre o tema irrompeu a partir de um questionamento: como falar com a maior quantidade possível de pessoas sobre assuntos que realmente são relevantes, mas que definitivamente não são tratados como prioridade? Tal questionamento ganhou força no Summit de Global Leaders do Giving Tuesday em 2019 ao perceber que líderes mundo afora enfrentavam as mesmas dificuldades de criar campanhas que fossem suficientemente mobilizadoras para engajar adultos e modificar seus sistemas de crença quanto a estes gestos humanitários. 

Assim foi criada a plataforma que, através da aplicação de uma metodologia de ensino não-formal, apoiada na necessidade do desenvolvimento de competências socioemocionais estabelecida pela Base Nacional Comum Curricular, busca mobilizar as crianças desde cedo para que estas atitudes se transformem em rituais incorporados nas práticas do dia-a-dia. Daí a ligação com o dia das crianças — as ações realizadas pela plataforma durante o mês de outubro têm o objetivo de transformar os paradigmas de consumismo da data em uma oportunidade para incentivar a solidariedade e a sustentabilidade, dentre outros princípios fundamentais da metodologia.

Dessa forma, o propósito é que, além de oferecer às suas crianças o que é delas por direito, afinal o presente é esperado e merecido, possamos também oferecer presentes a outras crianças que não possuem condições socioeconômicas para tal, levando as crianças a refletirem também sobre seus deveres e valores como a generosidade, além de trazer novos rituais para esta celebração tão esperada e festiva. Considerando o contexto da pandemia, esse é o momento ideal para conversar e refletir sobre solidariedade, respeito e cidadania. 

Dicas para promover a gentileza, generosidade e solidariedade no mês das crianças:
  • Compre dois presentes novos e doe um: estabeleça um limite de preço para que dois presentes possam ser comprados e um deles possa ser doado, ensinando as crianças a serem conscientes nos gastos e solidários nas atitudes. Peça para que as crianças escolham para quem querem doar e estejam presente no momento da doação.
  • Compre um presente novo e doe um similar que já existe na sua casa: entra um, sai outro, esta é a filosofia para evitar que as crianças sejam acumuladoras e percebam a importância de cada item que possuem, além de ajudar a dar valor ao que se tem.
  • Além ou ao invés de comprar, faça uma doação para uma organização social que apoie crianças da idade de suas crianças: isso se chama empatia; aproximar as crianças da realidade complicada que outras crianças vivenciam (condições de saúde, de educação, econômicas…) podem ajudar no desenvolvimento de competências sociotransformadoras desde cedo. Existem plataformas virtuais de doação que podem agilizar este processo. 

Acesse www.gentilezagenerosidade.org.br para saber mais sobre a plataforma e realizar atividades especiais neste mês das crianças. 

Skip to content